Educação e Treinamento – 8 Pilares do TPM

Empresas crescem ao desenvolver constantemente seus recursos humanos e assegurar que todos seus empregados cheguem a exercer seu pleno potencial. O objetivo único do TPM é criar ambientes de trabalho capazes de responder positivamente as mudanças existentes no mundo dos negócios, aos avanços tecnológicos, a sofisticação dos equipamentos e as inovações diretivas.

No TPM a filosofia básica da educação e treinamento é o treinamento no local de trabalho (OJT – on the job training) e o autodesenvolvimento. A educação e treinamento deve estar intimamente ligada às tarefas reais executados no local de trabalho e os materiais de estudo devem integrar as metas educacionais e as necessidades do trabalho.

O principal objetivo do pilar de educação e treinamento é o de ressaltar as habilidades dos operários e técnicos no desenvolvimento do programa TPM. Para tanto, é necessário identificar o nível de conhecimento, tecnologia, capacidade e competência dos operários e técnicos envolvidos no programa. Esta identificação dos níveis de habilidade pode ser realizada através de uma matriz de habilidades, onde se pode pontuar o conhecimento de cada pessoa em determinado tipo de habilidade.

Uma vez que o nível de conhecimento foi investigado, se faz necessário realizar um programa de capacitação para elevar o nível de conhecimento e habilidades dos operários e técnicos. Os treinamentos e capacitação devem ser proferidos em sala de treinamentos, e também no local de trabalho. Uma estratégia para a transmissão do conhecimento é o treinamento por níveis, que é a transmissão do conhecimento para os líderes, que por sua vez treinam os demais operários e técnicos.

Educação e treinamento - TPM

LUP – Lição de Um Ponto – Educação e Treinamento

Ainda que uma indústria tenha um bom programa de treinamento, os líderes e supervisores possuem dificuldade em compartilhar os conhecimentos e habilidades. No TPM, uma ferramenta importante é a lição de único ponto (LUP), como meio de acumular, transmitir e verificar o know-how da fábrica. As LUP’s abrangem desde atividades para a qualidade, segurança e operação do equipamento até atividades relacionadas à função do equipamento, estrutura, resolução de problemas e melhorias.

Essas lições são usualmente confeccionadas pelos próprios operários, em uma única folha, com muitos recursos visuais, onde se têm dois objetivos: conhecer o como (explicar como as coisas devem e não devem ser feitas) e o porquê (explicar porque as coisas são ou não da forma como devem ser). As LUPs devem ser sucintas o suficiente para que o entendimento e treinamento não ultrapassem 5 minutos.


E-BOOK TPM SIMPLIFICADO (12)

TÚLIO MARTINS