O 3º S dos 5S´s – Senso de limpeza – Seiso

Antes de mais nada, o senso de limpeza, seiso, pode ser definido como a eliminação da sujeira sob todos os aspectos, incluindo a boa preservação dos equipamentos, ambiente de trabalho limpo, com agradável sensação de bem-estar e eliminação de estoques desnecessários. Pode ser feita pelos próprios funcionários, cada um tornando-se responsável pela manutenção de seu espaço.

Do mesmo modo, a limpeza é considerada uma oportunidade para o monitoramento, inspeção ou reconhecimento do local de trabalho, permitindo descobrir e atacar as causas da sujeira e facilitando, desta forma, a criação de um ambiente impecável.

Todavia o próprio nome diz, este senso consiste em manter limpo o ambiente de trabalho (paredes, armários, gavetas, piso etc.). “Poeira, lama, lixo, apares e outros nos locais de trabalho, podem não somente influenciar negativamente na saúde e integridade dos executantes como também causar danos, defeitos e falhas em equipamentos. Assim, o resultado disto são quebras inesperadas de equipamentos, ferramentas não disponíveis, deterioração de peças e materiais etc.” (LAPA, 1998). A filosofia principal neste senso não consiste no ato de limpar, mas no ato de não sujar.

Não sujar deve ser um hábito
Não sujar deve ser um hábito

“O conceito transmitido neste terceiro senso é que limpar deve ser uma tarefa presente na rotina do trabalho, mas o não sujar deve ser um hábito.”

SEISO (Senso de Limpeza) é saber usar sem sujar!

Este Senso é desenvolvido quando o usuário de um local passa a ser responsável em limpá-lo, inspecionando o que provoca a sujeira, buscando uma solução para eliminá-la, atenuá-la ou bloqueá-la, tornando o ambiente cada vez mais limpo.

A limpeza deve ser feita de forma sistemática e encarada como inspeção. Pois, assim, possibilitará a detecção de falhas nos equipamentos. Da mesma forma, o senso de limpeza busca também identificar as causas da sujeira ou do mau funcionamento dos equipamentos e eliminá-las (bloqueio das causas).

A limpeza sistemática pode ser realizada seguindo três passos, como proposto por Takashi Osada apud Gomes et al (1998), e descritos abaixo:

  1. Nível Macro – limpar todas as áreas e lidar com as causas gerais da sujeira;
  2. Nível Individual – Limpar as áreas e equipamentos específicos;
  3. Nível Micro – Limpar partes dos equipamentos e ferramentas específicas.

O senso de limpeza e zelo requer comportamentos, como: se sujar, limpe; crie formas de não sujar; entre outros.

Ordem e Limpeza
Ordem e Limpeza

O conceito transmitido neste terceiro senso é que limpar deve ser uma tarefa presente na rotina do trabalho, mas o não sujar deve ser um hábito.

Para o terceiro S, o SEISO, as perguntas foram:

Senso de Limpeza - Seiso
Senso de Limpeza – Seiso
  1. Os padrões/instruções de limpeza são suficientes para orientar a manter a área higienizada?
  2. Existe material disponível em local adequado para limpeza?
  3. No final dos turnos de trabalho observa-se limpeza em geral e corrigem-se os pontos inadequados?
  4. Os resíduos (lixos) são sempre jogados em locais adequados obedecendo à seletividade?
  5. Os recipientes de lixo e as centrais de descarte são limpos regularmente?
  6. Existe programação para limpeza de paredes, forro e vidraças, piso, armários está em dia?
  7. As ferramentas de trabalho estão limpas ou desengraxadas?
  8. Áreas externas circunvizinhas ao local de trabalho seguem os mesmos padrões internos?
  9. Os documentos existentes na área são de fato necessários e estão atualizados e disponíveis para consulta (normas, procedimentos, APT’s)?
  10. Os banheiros são mantidos meticulosamente limpos, sendo locais dos quais os funcionários têm orgulho?
  11. Há sujeira dentro dos armários, nas mesas, em cima dos móveis, nas lâmpadas, no exaustor / ventilador?
  12. Existem pregos, fitas, ou buracos nas paredes?
  13. Está definido um esquema de limpeza das áreas e dos equipamentos de uso comum com a frequência e responsável desta limpeza?
  14. As principais fontes de sujeira são conhecidas e controladas?
  15. Existe evidência de eliminação de fontes de sujeira e contramedidas (verificar ações tomadas)?
  16. Existem objetos (papel, fio dental, etc.…) fora dos lixos do banheiro?
TÚLIO MARTINS