Manutenção da Qualidade: Garantindo a eficiência dos equipamentos no TPM

Manutenção da Qualidade: Garantindo a eficiência dos equipamentos no TPM

O Pilar de Manutenção da Qualidade é um dos oito pilares do TPM (Total Productive Maintenance) e tem como objetivo garantir que os equipamentos estejam sempre em boas condições de operação, produzindo produtos de alta qualidade. Esse pilar enfatiza a importância de manter o desempenho dos equipamentos em seu nível máximo, evitando assim falhas que … Ler mais

Controle Inicial: A Importância da Facilidade de Produção e Operação de Equipamentos

Controle Inicial: A Importância da Facilidade de Produção e Operação de Equipamentos

Compreender o papel do Pilar de Controle Inicial é fundamental para entender como o TPM (Total Productive Maintenance) pode contribuir para a melhoria da eficiência e produtividade de uma empresa. Esse pilar, que faz parte dos oito pilares do TPM, tem como principal objetivo estabelecer um controle efetivo sobre o desempenho dos equipamentos no início … Ler mais

Educação e Treinamento: A Importância da Capacitação no TPM.

Educação e Treinamento: A Importância da Capacitação no TPM.

O Pilar de Educação e Treinamento é um dos 8 pilares do TPM (Total Productive Maintenance), um método japonês de gestão da manutenção que busca maximizar a eficiência dos equipamentos e, consequentemente, a produtividade da empresa como um todo. O objetivo desse pilar é capacitar os colaboradores para que sejam capazes de realizar suas funções … Ler mais

Melhoria Focada no TPM: Como maximizar a eficiência dos processos industriais

Melhoria Focada no TPM

As melhorias especificas são atividades orientadas que maximizam a eficiência global do equipamento, através da eliminação sistêmica de perdas. Melhorias especificas são necessárias devido à baixa eficiência de ações de melhoria contínua.

Manutenção Planejada no TPM: a chave para a confiabilidade dos equipamentos

Manutenção Planejada no TPM

O programa de manutenção planejada é a chave para o sucesso no gerenciamento de processos. Este programa reduz consideravelmente a manutenção reativa, transformando ações reativas em ações proativas. As intervenções mecânicas no equipamento passam a ser, em sua maioria, programadas, otimizando as paradas do equipamento e melhorando a produtividade (WIREMAN, 1998).